Compota de Manga e Banana




Outro dia mexendo em algumas coisas aqui em casa encontrei uma caixa pequena com caderninhos, cadernetas e várias folhas soltas com receitas antigas, escritas a mão. Eram da avó dos meus meninos, a dona Catharina. Meu marido conta que ela era um desastre na cozinha mas adorava receitas (isso é ele quem diz, eu juro!).


   Cadernetas com receitas da vovó Catharina


Encontrei muitas receitas interessantes e essa que vou passar, eu gostei  principalmente pelo fato de ser muito simples e natural. Fiz aqui, ficou ótima e vcs não fazem ideia do aroma maravilhoso que ficou pela casa!

E olha como são as coisas, o primeiro pensamento que me ocorreu foi de uma papinha e eu lamentei por não ter essa receita muito antes, quando meus filhos eram pequenos. Tão básica, tão fácil.

Mas a primeira providência antes de postar foi consultar nossa nutricionista e ela recomendou como melhor opção servir como uma compota natural para ser passada no pão ou em uma panquequinha no lanche,  para crianças a partir de um ano de idade.
"O cozimento reduz o teor das fibras e acentua o sabor doce. Para o bebê que está iniciando a alimentação complementar aos 6 meses o ideal é dar frutas ao natural, separadamente e bem amassadinhas, aí sim como papinha".

Essa receita rende uma porção pequena, ideal para o lanchinho do filhinho e da família.

Na geladeira esta preparação dura 24 horas e no freezer, até 10 meses.
O descongelamento não deve ser feito em temperatura ambiente, e sim em refrigeração (e não deve ser recongelado).


Vamos à receita!

Compota de Banana e Manga
Indicado a partir de 1 ano
Servir junto com um pãozinho, no lanche.

1 manga
1 banana prata
água




1. Corte em cubinhos a manga e em rodelas a banana




2. Aproveite o suco da manga dando uns apertões no caroço.





3. Na panela coloque as frutas cortadas e as cubra com água até a metade (das frutas).




4.  Deixe cozinhando em fogo médio por no máximo 10 minutos




5. Fique de olho, não pode secar. Vai ficar um pouco de caldinho.

  


6.  Espere esfriar um pouco e bata tudo no mixer ou no liquidificador e.....hummmmm... tá pronta a compota!




Informações: Flora Vieira / Nutricionista Materno Infantil
Marmita Baby no Facebook - http://fb.com/projetomarmitababy

Risoto de Frango




Esse risotinho é uma receita do nosso chef colaborador Joca Mesquita. Ele é pai de um menininho de pouco mais de um ano e meio, então já viu né, todas as receitas do Marmita são testadíssimas. Ele faz lá pro filhinho dele e eu aqui em casa faço pros meus, pois a ideia é justamente ver se eu consigo reproduzí-la aqui.

Ingredientes

¹/²  xícara arroz integral
¹/² cebola ralada
1 cenoura cortada em cubinhos
vagem francesa / cortada em rodelas (1 xícara)
1 ¹/² xícara de água
óleo
sal
frango desfiado (sugestão de preparo do frango AQUI )

1. Corte em cubinhos a cenoura e a vagem e reserve.









2. Rale a cebola





3. Aqueça uma panela com um fio de óleo (fogo médio). Refogue a cebola até dourar.

4. Junte o arroz integral, adicione a água e sal (a gosto...pouquinho né...uma boa hora pra começar a   diminuir o consumo de sal, não ??!! ).

5. Cozinhe por 10 minutos. 

6.  Após os 10 minutos adicione os legumes (cenoura e vagem) mas não misture com o arroz.




7. Cozinhe por mais 15 minutos com a panela semi tampada.
8. Junte o frango desfiado e agora sim, misture tudo.

 


9. Sirva para seu filhinho e para a família inteira.




Amamentação e a Falta de Informações

Recentemente a jornalista Fernanda Gentil postou um texto no instagram ( https://goo.gl/YeV4HA ) falando sobre seu problema em relação à amamentação. Fazendo uma ligação com a postagem dela, é também importante chamar atenção de que alguns obstáculos que fazem as mães desistirem logo de início podem ser resolvidos.

Recentemente gravamos no IFF/Fiocruz que é centro de referência em amamentação, reconhecido pelo Ministério da Saúde, e segundo o depoimento da Dra. Marlene Assumpção o que gera problemas e faz com que muitas mães desistam de amamentar é a falta de informações e orientações corretas. -"Não existe peito que é melhor que o outro. Existe sim uma posição que a mãe irá se adaptar. Ela vai se adequar a necessidade do bebê e o bebê vai se adaptar a forma do peito que a mãe lhe oferece. BICO PLANO, BICO INVERTIDO não vai dificultar a amamentação. Tudo é possivel desde que haja ampla informação para a mãe".

No Instituto Fernandes Figueira o atendimento é gratuíto. Fica no Flamengo, na Av. Rui Barbosa, 716 - Fone: (21) 2554-1700


Pra Refogar Use Óleo

Evite refogar os alimentos com azeite, manteiga e margarina, pois quando aquecidas soltam uma substância chamada acroleina, que não é nem um pouco saudável.
Use o azeite para dar aquele toque especial usando-o sobre as refeições já prontas!
Óleo, azeite, margarina e manteiga tem propriedades diferentes de gordura - poliinsaturadas, monosaturadas, saturadas, insaturadas. No aquecimento essas propriedades se modificam e os que apresentam resultados mais estáveis são os óleos!

 Essa é uma orientação da nutricionista materno infantil Tânia Bottino

 

Aleitamento Materno / Desenvolvimento Facial do Bebê

O aleitamento materno, além de ser ideal pela qualidade do leite, também ajuda no desenvolvimento harmônico facial do bebê. Ouça o depoimento da Dra Marlene Assumpção, pediatra do IFF/Fiocruz - instituição de referência reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS)



Alimentação Durante a Gestação (2)

"Quem vai ser mãe tem que comer por dois!"
NADA DISSO! (em caixa alta mesmo)... o que a gestante precisa é de uma boa alimentação, saudável, balanceada. Os quilos adquiridos - o ideal é que seja entre 10 e 12 Kg -  durante a gravidez são uma reserva para amamentar seu filhinho, e após o parto, cada dia de aleitamento exclusivo, a mãe perde entre 400 a 600 calorias por dia.

Ouça o depoimento da Dra Marlene Assumpção, pediatra do IFF/Fiocruz, que é centro de referência em atendimento materno infantil reconhecido pelo Ministério da Saúde e considerado pela Organização Mundial da Saúde como "Hospital Amigo da Criança"





LEIA TAMBÉM

Alimentação Durante a Gestação (1)
Leite Materno

Feijão x Beterraba

Eu ví num grupo do Facebook uma mãe indicando para outra o preparo de feijão, sugerindo que fizesse com beterrabas, tudo no mesmo cozimento. Aí lembrei de uma postagem que fiz logo no início do blog em 2010, com as informações da Bruna Antunes , que foi uma das primeiras nutricionistas materno infantil colaboradora do Marmita... 

Fazer o feijão junto com a beterraba não é recomendado.
Porém não há problemas em comer o feijão e a beterraba numa mesma refeição – para isso o ideal é que tenhamos junto no prato uma fonte de vitamina C, dessa maneira você irá assegurar que o ferro está sendo absorvido.




Para entender:

Existem dois tipos de ferro presente nos alimentos.

- Ferro heme, presente na carne vermelha, fígado, frango, peixe e ovo
- Ferro não-heme, presente no feijão e folhosos verde-escuros (couve, espinafre, bertalha).

A diferença entre os dois tipos é a forma em que é absorvido pelo organismo.
O ferro das carnes é absorvido com facilidade e nenhum nutriente atrapalha sua absorção pelo intestino.
Já o Ferro presente nos vegetais sofre interferência de outros nutrientes que anulam seu efeito, como oxalato da beterraba, cálcio dos laticínios e do excesso de fibras.

Para que o organismo absorva com mais facilidade o ferro não-heme, é recomendada a presença de uma fonte de vitamina C junto com a refeição (laranja, acerola, morango, limão). Por isso, ao oferecer beterraba para seu filhinho, inclua sempre uma fonte de carne e uma fruta rica em vitamina C.
Exemplo de combinação: arroz + feijão + fígado + couve + beterraba + laranja

A beterraba traz vários benefícios ao organismo e não deve ser cortada da alimentação dos pequenos, porém, diferente de que muitos imaginam, o Ferro “não é o forte” beterraba, seu teor é muito pequeno, 1 unidade de beterraba cozida tem somente 0,3 g de ferro.
Como referência, uma porção de espinafre, por exemplo, tem 4 g de ferro!

Creme de Ervilha




 Ingredientes:

1 xícara de ervilha seca
1 batata baroa
1/4 cebola
2 dentes de alho
1 talo de aipo (sem folhas)
sal
1,5 litros de caldo de galinha
5 folhas de hortelã
 

 

Preparo:

1. Pique todos os ingredientes, menos a hortelã
2. Adicione todos os ingredientes em uma panela de pressão, com exceção da hortelã
3. Cozinhe em fogo médio por 15 minutos
4. Bata tudo no liquidificador
5. Junte o hortelã e bata novamente
6. Sirva o creme ainda morninho

Receita 
Joca Mesquita
Chef Consultor do Marmita Baby


Caldo de Galinha

Ingredientes:

Aparas de galinha
2 Cenouras
1 Cebola
1 Alho Poró
1 ¹/² de Água

Modo de Preparo

1. Pique todos os ingredientes
2. Aqueça uma panela com água até ferver.
3. Junte todos os ingredientes e abaixe o fogo ao mínimo.
4. Cozinhe por 30 minutos.
5. Com a ajuda de uma escumadeira retire a espuma que se formar na superfície.
6. Coe e reserve o líquido
7. Ao levar a geladeira, ficará na superfície uma "capa de gordura", isso vc descarta e usa somente o caldo do fundo.

Receita
Joca Mesquita
Chef Consultor do Marmita Baby



Amamentação


Pergunte tudo! A busca por informações sobre amamentação e como deve ser a alimentação da mãe durante a gestação é de grande importância para os momentos que virão a seguir - amamentação, alimentação do bebê...

Por exemplo, algo que nunca imaginei que pudesse acontecer... que às vezes as dificuldades do bebê em aceitar o peito da mãe pode estar diretamente relacionado ao fato da primeira mamada ter sido oferecida em mamadeira.  Sim, isso acontece com relativa frequência em muitas maternidades do País, - muitas vezes pelo fato da mãe não estar num quadro clínico favorável,  mas  muitas outras vezes acontece sem ter real necessidade.  Esse alerta quem faz é Dra. Marlene Assumpção, pediatra do IFF/Fiocruz que é centro de referências sobre amamentação e alimentação materno infantil reconhecido pelo Ministério da Saúde.
Então futuras mamães, conversem e perguntem muito aos profissionais que irão acompanhar você desde a pré-natal até depois do nascimento e no desenvolvimento do seu filhinho.

No vídeo a Dra Marlene Assumpção passa boas informações sobre amamentação.




VEJA TAMBÉM

Alimentação Durante a Gestação
Leite Materno

Franguinho a la Marmita

Esse franguinho - coxa e sobrecoxas, ficou com um tempero bem gostoso e suave.
Pode ser servido com uma saladinha ou então pode ser usado no preparo de vários outros pratos, como na receita do risoto de frango e legumes  que já postei aqui anteriormente.

O segredo todo está no tempero do frango, que é muiiito simples, uma pasta de pimentão.
É importante tirar as sementes e as partes branquinhas ( de dentro) que dão um gosto amargo ao pimentão.
A pele também é importante tirar.





TIRANDO A PELE DO PIMENTÃO

Para tirar a pele do pimentão coloque os pedaços em água fervente por aproximadamente 15 minutos. Depois mergulhe os pedaços num recipiente com água gelada (para parar o cozimento).
Deixe esfriar...  assim a pele do pimentão irá soltar (tire com a ajuda de uma faca).

O Joca, o chef colaborador do Marmita coloca o pimentão no forno e tira uns 30 minutos depois. Diz que a pele sai que é uma beleza, mas eu fiz desse outro modo.
 
Bom, feito isso é só bater no liquidificador ou no mixer junto com um pouco de sal para obter essa "pastinha de pimentão".




Receita do Frango a la Marmita

2 coxas c/sobrecoxas (grandes)
1 cebola grande
1 pimentão (sem pele e sem sementes)
2 tomates (sem pele e sem sementes)
alecrim
louro

papel alumínio


1. Tire a casca e as sementes dos tomates e corte em cubinhos

Para fazer isso facilmente:
- faça um corte em cruz bem sutil no centro dos tomates (na foto dá pra visualizar bem)
- coloque os tomates em água fervente por 30 segundos
- mergulhe eles num recepiente com água gelada (coloque gelo) para parar o cozimento

.... você vai ver que sai muito mais facilmente (e rápido) que os pimentões.






2. Corte a cebola em rodelas de 1 cm.





3. Unte a forma com óleo e faça "uma cama" com as cebolas e tempere com sal.



4. Cubra as coxas/sobrecoxas com a pasta de pimentão e coloque-as na forma sobre os pedaços de cebola.




5. Cubra o frango com os cubinhos de tomate, alecrim e louro





6. Cubra a forma com papel alumínio e leve ao forno por aproximadamente 40 minutos e pronto, só servir!




Receita
Chef Joca Mesquita 
Consultor do Marmita Baby


VEJA TAMBÉM

Receita de Risoto de Frango
Preparo de Legumes Congelados