Monóculo Amarelo

Enquanto não chegam as novas postagens e a nova temporada de vídeos, acompanhe o Monóculo Amarelo, blog da idealizadora do Marmita Baby.

                          http://monoculoamarelo.blogspot.com



Risoto de Frango




Esse risotinho é uma receita do nosso chef colaborador Joca Mesquita. Ele é pai de um menininho de pouco mais de um ano e meio, então já viu né, todas as receitas do Marmita são testadíssimas. Ele faz lá pro filhinho dele e eu aqui em casa faço pros meus, pois a ideia é justamente ver se eu consigo reproduzí-la aqui.

Ingredientes

¹/²  xícara arroz integral
¹/² cebola ralada
1 cenoura cortada em cubinhos
vagem francesa / cortada em rodelas (1 xícara)
1 ¹/² xícara de água
óleo
sal
frango desfiado (sugestão de preparo do frango AQUI )

1. Corte em cubinhos a cenoura e a vagem e reserve.









2. Rale a cebola





3. Aqueça uma panela com um fio de óleo (fogo médio). Refogue a cebola até dourar.

4. Junte o arroz integral, adicione a água e sal (a gosto...pouquinho né...uma boa hora pra começar a   diminuir o consumo de sal, não ??!! ).

5. Cozinhe por 10 minutos. 

6.  Após os 10 minutos adicione os legumes (cenoura e vagem) mas não misture com o arroz.




7. Cozinhe por mais 15 minutos com a panela semi tampada.
8. Junte o frango desfiado e agora sim, misture tudo.

 


9. Sirva para seu filhinho e para a família inteira.




Amamentação e a Falta de Informações

Recentemente a jornalista Fernanda Gentil postou um texto no instagram ( https://goo.gl/YeV4HA ) falando sobre seu problema em relação à amamentação. Fazendo uma ligação com a postagem dela, é também importante chamar atenção de que alguns obstáculos que fazem as mães desistirem logo de início podem ser resolvidos.

Recentemente gravamos no IFF/Fiocruz que é centro de referência em amamentação, reconhecido pelo Ministério da Saúde, e segundo o depoimento da Dra. Marlene Assumpção o que gera problemas e faz com que muitas mães desistam de amamentar é a falta de informações e orientações corretas. -"Não existe peito que é melhor que o outro. Existe sim uma posição que a mãe irá se adaptar. Ela vai se adequar a necessidade do bebê e o bebê vai se adaptar a forma do peito que a mãe lhe oferece. BICO PLANO, BICO INVERTIDO não vai dificultar a amamentação. Tudo é possivel desde que haja ampla informação para a mãe".

No Instituto Fernandes Figueira o atendimento é gratuíto. Fica no Flamengo, na Av. Rui Barbosa, 716 - Fone: (21) 2554-1700


Pra Refogar Use Óleo

Evite refogar os alimentos com azeite, manteiga e margarina, pois quando aquecidas soltam uma substância chamada acroleina, que não é nem um pouco saudável.
Use o azeite para dar aquele toque especial usando-o sobre as refeições já prontas!
Óleo, azeite, margarina e manteiga tem propriedades diferentes de gordura - poliinsaturadas, monosaturadas, saturadas, insaturadas. No aquecimento essas propriedades se modificam e os que apresentam resultados mais estáveis são os óleos!

 Essa é uma orientação da nutricionista materno infantil Tânia Bottino

 

Aleitamento Materno / Desenvolvimento Facial do Bebê

O aleitamento materno, além de ser ideal pela qualidade do leite, também ajuda no desenvolvimento harmônico facial do bebê. Ouça o depoimento da Dra Marlene Assumpção, pediatra do IFF/Fiocruz - instituição de referência reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS)



Enroladinho de Salsicha

Antes de qualquer cara feia para a salsicha, produto industrializado bla bla bla... esta receita não é uma sugestão para seguir como base da alimentação! Num ambiente familiar com cotidiano de bons hábitos alimentares, não há o porquê de eventualmente consumir um ou outro tipo de alimento. 
Ao menos na minha  família conduzimos assim. 



Meus filhos adoram esse enroladinho de salsicha.
É ótimo para um lanchinho da escola... esses das fotos que ilustram a postagem eu fiz para levar pra festinha de São João da escola do meu filho. Pra piquenique é ótimo também!

Essa receita eu aprendi em 2012 com um querido amigo nosso, o Lucas Lins que veio ao Rio nos visitar e preparou esses enroladinhos pra gente. E o legal é que eu encontrei num outro blog que tenho (esse fechado, só pra família) umas fotos desse dia!







Ingredientes

4 xícaras de farinha
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de açucar
1 pacote de fermento biológico
1 ovo
¹/4 de xícara de óleo
1 xícara de leite (morno)
2 pacotes de salsichas
1 gema (para pincelar)


PREPARO

1. Coloque num bol todos os ingredientes secos - a farinha, sal, açucar, fermento e misture com uma colher.

2. Adicione o ovo, o óleo.




3. Adicione o leite (morno) aos poucos e vá misturando (inicialmente eu uso uma colher pra misturar).

4. Quando tiver colocado todo o leite e a massa já estiver mais ou menos consistente, use as mãos para continuar misturando/amassando (ainda no bol).
O ponto é quando a massa não grudar nos dedos.

5. Polvilhe com farinha a bancada com farinha para a massa não grudar. Vá sovando (e polvilhando com um pouco de farinha) até a massa ficar homogênea e macia.




6. Corte a massa em 2 pedaços, coloque dentro do bol coberto com um pano, para descançar e crescer (vai dobrar de tamanho). Deixe por mais ou menos 1 hora .
O tempo depende "do tempo".... se for um dia quente é um pouquinho mais rápido, se for um dia frio demora um pouco mais.

7. Abra a massa com um rolo (deixe a massa fina) e corte em retângulos - use a metade de uma salsicha como referência para o tamanho (que dê pra enrolar a salsicha na massa como na imagem abaixo)








8. Coloque os enroladinhos numa forma untada e pincele com uma gema.




9. Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos (quando eles ficarem douradinhos).

10. Retire do forno, espere esfriar um pouquinho e.... festa pra criançada!






Alimentação Durante a Gestação (2)

"Quem vai ser mãe tem que comer por dois!"
NADA DISSO! (em caixa alta mesmo)... o que a gestante precisa é de uma boa alimentação, saudável, balanceada. Os quilos adquiridos - o ideal é que seja entre 10 e 12 Kg -  durante a gravidez são uma reserva para amamentar seu filhinho, e após o parto, cada dia de aleitamento exclusivo, a mãe perde entre 400 a 600 calorias por dia.

Ouça o depoimento da Dra Marlene Assumpção, pediatra do IFF/Fiocruz, que é centro de referência em atendimento materno infantil reconhecido pelo Ministério da Saúde e considerado pela Organização Mundial da Saúde como "Hospital Amigo da Criança"





LEIA TAMBÉM

Alimentação Durante a Gestação (1)
Leite Materno